terça-feira, 5 de abril de 2011

Alternativa mais "em conta"



Hoje falarei sobre a consultoria inusitada que prestei a uma pessoa (manterei o nome em sigilo para resguardar os envolvidos). Creio que esta seria uma das consultorias mais engracadas que ja prestei. Lembrando sempre que um economista deve enxergar alem do obvio, percebi que tudo o que o cliente disser deve ser encarado com seriedade por mais estranho ou absurdo que possa parecer.

Uma pessoa do meu convivio sempre reclamava de que o dinheiro que recebia no fim do mes nunca dava pra nada. Como ele sempre vive a destacar para todas as pessoas a minha inigualavel percepcao economica, resolvi dar essa consultoria de graca para ele. Marcamos de nos encontrar e ele me passar toda a sua vida economica para uma analise fria e objetiva.

Comecamos com os gastos basicos (ate ai tudo bem) e enfim passamos  aos suplerfluos. Ele comecou o relato dizendo: "Bom... eu frequento o puteiro ***** (nao colocarei o nome aqui pra nao fazer propaganda), entao eu gasto cerca de R$150,00 da entrada, mais uns R$300,00 com a bebida e se rolar eu ainda levo uma das... digamos... `mocas que prestam servicos`... por R$200,00 a R$400,00 (geralmente o preco e a combinar), mais o pagamento do local onde seria efetuada a prestacao de servico que fica em torno de R$70,00...".

Eu segurei pra nao rir... Lembrei-me que um economista e como um medico que voce conta todos os seus segredos e que eles devem ser encarados com muita seriedade. Comecei a indaga-lo sobre essa "tradicao" que ele religiosamente seguia duas vezes por semana e ele disse que realmente ja havia virado um habito e por isso seria dificil ser extirpado de sua existencia.

Confesso que fiquei sem saber o que dizer na hora. Realmente o caso do dinheiro dele nunca ser o suficiente se devia justamente ao habito adquirido ao longo dos anos. Como economista era minha obrigacao pensar em uma alternativa que pudesse deixar o cliente tao satisfeito como antes e poupar-lhe o maior montante de dinheiro possivel.

Analisei de forma fria e pratica a situacao dele e pude propor uma alternativa que inicialmente poderia parecer estranha, mas revelou-se muitissimo satisfatoria para ele. Eu disse: "Por que voce nao arruma uma namorada?"... ele me olhou com aquela cara de interesse e perguntou: "Como assim?".

Eu fui direta desta vez: "Vou dar-lhe uma opiniao de economista. Ja que nao ficas sem mulher entao arrume uma namorada. Faca as contas: dependendo da mulher, voce paga a entrada do cinema em torno de R$30,00, depois a pipoca em torno de R$12,00; na saida ainda `rola` um x-salada (sanduiche) e um refrigerante em torno de R$25,00 e depois voce ainda leva pra sua casa e o local sai de graca...".

Ha!... Quase me esquecendo... ainda ressaltei: "Voce ainda tem grandes chances de ter exclusividade! Claro que nao sao em todos os casos, mas isso provavelmente nao era coisa que ocorria na primeira alternativa".

Fizemos as contas e eu pude provar para ele por "A+B" que eu estava certa! No primeiro procedimento de negociacao o desembolso dele seria de, no minimo, R$720,00 e no procedimento proposto por mim o desembolso dele seria de R$67,00. Realmente muitissimo mais em conta!

A partir daquele dia, ele resolveu aderir mais do que nunca as minhas dicas de economia e passar a ter uma vida menos esbanjadora, mas nao menos prazerosa. Com certeza ele pretendia acordar no dia seguinte e dizer: "hoje eu estou mais rico que ontem!..."

8 comentários:

  1. ameiiiiiiiiiiiiiiiiii

    ResponderExcluir
  2. rsrsrs, mt boa essa! Além do conselho econômico, vc agrega valores morais sem o cliente se dar conta! :P, abrçs

    ResponderExcluir
  3. Adoreeeeeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiiii.............

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkkkkkkkk
    o cara gasta demais

    ResponderExcluir
  5. Minha amiga, só vc mesma pra me fazer rir com tanta criatividade. Adorei as suas dicas de economia. Abraços
    Adriana

    ResponderExcluir
  6. Parabens amiga por tanta criatividade e sabedoria.

    Adoreeeeeeeei
    Adriana

    ResponderExcluir
  7. Tenho que confessar...Nunca antes havia lido nada a respeito de economia...agora estou adorando...kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar em nosso Blog...